MSDASCO 2019 - data

sábado, 01 junho 2019 20:25
Atualidade

ASCO lança base de dados de padrões oncológicos de uso gratuito

Colocando em prática o mote da 56.ª Reunião da ASCO, centrado em cuidar e aprender com cada um dos doentes, a ASCO anunciou pela sua voz da sua presidente, a Dr.ª Monica M. Bertagnolli, o lançamento de uma ferramenta de dados com informação sobre os padrões comuns da doença oncológica, com vista a equipar os profissionais com uma ferramenta para melhorar os cuidados a cada doente. Chama-se mCODE ™  e está disponível para utilização gratuita.

Trata-se de uma colaboração entre a ASCO, MITRE Corporation e a Alliance for Clinical Trials in Oncology Foundation, que identificou e estabeleceu um conjunto central dados que são registados, na rotina do seguimento de cada doente, e num formato padronizado, designado por mCODE ™ - Minimal Common Oncology Data Elements.

Esta plataforma reúne os dados de quase 15 milhões de indivíduos que vivem com nos Estados Unidos. Estes mCODE é uma peça fundamental para reunir o historial clínico, tratamentos e resultados de cada doente oncológico, organizando essa mesma informação num prontuário digital, disponível online em mCODEinitiative.org.

A plataforma mCODE ™  está a ser desenvolvida utilizando terminologia médica padronizada, o que permite que profissionais utilizadores de diferentes EHRs possam fazer uso do mCODE. Os dados mCODE são agrupados em seis áreas principais relativas ao historial clínico. São elas: “doente” (características demográficas e outras), “doença” (detalhes específicos sobre neoplasia), “genómica” (características moleculares), “labs / vitals” (Exames laboratoriais relevantes e sinais vitais),“ tratamento ”(cirurgia, radiação e medicamentos e outros tratamentos) e“ resultados ”(por exemplo, o estado atual e sobrevivência).

“A qualidade dos cuidados aos doentes pode depender da nossa capacidade de compartilhar facilmente dados dos doentes entre médicos, hospitais e investigadores. Mas a partilha de dados é muito mais difícil, se não impossível, quando os sistemas ‘EHR – electronic heatlh record’ contêm informações incompatíveis”, afirmou a presidente da ASCO em conferência. "Com o mCODE, estamos a congregar a comunidade de Oncologia em torno de padrões de dados comuns que nos aproximam de nossa meta de aprender com todos os doentes de cancro", concluiu.

Subscrever Newsletter do Congresso

Agenda

mai31
13:00
S504
mai31
14:45
100bc
mai31

Área Reservada